ENTRANHAS ALUCINADAS NA ALDEIA

ENTRANHAS ALUCINADAS NA ALDEIA

ENTRANHAS ALUCINADAS NA ALDEIA

  • Modelo: Entranhas Alucinadas na Aldeia
  • Autor(es): Júlio Bittar
  • Disponibilidade: Fora de estoque
  • R$20,00

  • Sem impostos: R$20,00

Júlio Bittar é o Poeta das Imagens. Como pouquíssimos artistas, domina com esmera perfeição a linguagem poética e a das cores, elevando as Belas Artes por entre as paisagens Alucinadas da Aldeia. Seu imaginário transgride a estrutura dos sonhos e povoa o juízo dos leitores com imagens de extraordinária beleza, que retomam, por vezes, uma São Paulo perdida em meio às sombras de seus desbravadores. No meu último devaneio literário, percorri o caminho através das “Entranhas Alucinadas da Aldeia” chegando até o maravilhoso quadro “Trinca de Ases”, e pude viajar, juntamente com o Artista, por esse amplo ideário calcado no mundo dos versos e da pintura. Segue uma escrivinhada minha dedicada ao grande poeta Júlio Bittar e a sua mais nova obra: “21 horas. / O Opala marrom reduzia a marcha / E dobrava uma travessa da Rua XV de Novembro / – No centro de São Paulo – / Fazia frio na cidade das máquinas. / No Bar da Saudade / – Circunscrito na mediana da reta que passa pela Avenida São João – / O poeta Bittar bateu a cacheta / Com uma vaidosa Trinca de Ases / Derrubando o seu arquiinimigo / – O Senhor Altino Arantes de Magalhães– / Estacionei o carro no canteiro / – Em meio aos escombros – / Entrei no Edifício Martinelli / E de lá nunca mais pude sair.”

Parametros Livraria
ISBN 978-85-7718-625-9
Acabamento Brochura
Edição
Ano 2010
Páginas 80
Altura 14
Largura 21
Peso 0.500
Idioma
Cidade São Paulo
Estado

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado.
    Ruim           Bom